Tratamentos

IMPLANTES

O tratamento com implantes está indicado quando ocorre a perda de um dente. O implante (pino de titânio) é colocado, por meio de uma técnica cirúrgica, para substituir a raiz do dente perdido. Após é colocado o dente sobre o implante. Nos casos em que mais de um dente ou todos os dentes foram extraídos/perdidos, os implantes colocados, podem ser utilizados para sustentarem próteses totais, as quais podem ser fixas ou removíveis.

Implantes – Próteses Fixas:
1
 

Implantes – Próteses Removíveis:
2

3

4

 
 

ENXERTOS ÓSSEOS

Quando não existe estrutura óssea suficiente para a colocação de um implante, torna-se necessário a realização de um enxerto ósseo (procedimento para recolocar o osso perdido). Os enxertos podem ser autógenos (o osso é removido do próprio paciente) ou alógeno (a matriz óssea é de origem sintética ou animal).

 
 

CLAREAMENTO

O clareamento dental é obtido por meio de um gel que libera oxigênio. O oxigênio penetra no dente, quebrando os pigmentos responsáveis pelo escurecimento dental. Existem três técnicas de clareamento: o clareamento caseiro, o clareamento a laser (de consultório) e o clareamento combinado. No clareamento caseiro é dada uma moldeira para o paciente, na qual o paciente é instruído a colocar o gel e após encaixá-la nos dentes. No clareamento de consultório, o dentista aplica o gel sobre os dentes do paciente e em seguida ativa esse gel com o laser. O clareamento combinado consiste na associação das duas técnicas (laser e caseiro), ou seja, inicia-se com uma ou duas sessões de laser no consultório e depois é dada continuidade com a utilização do gel e moldeira em casa. O tempo do clareamento dental depende do grau de escurecimento e do quanto o paciente deseja clarear seus dentes.

Veja: ORIENTAÇÕES – CLAREAMENTO CASEIRO

 
 

PLÁSTICA GENGIVAL OU GENGIVOPLASTIA

A plástica gengival é um procedimento cirúrgico (remoção de parte do tecido gengival) realizado para refazer o contorno da gengiva, melhorando a estética do sorriso.

foto

 
 

LENTES DE CONTATO

Lentes de contato são finas lâminas de porcelana cimentadas sobre a superfície dos dentes dando lhe nova forma, cor, textura e alinhamento. Como as lentes são muito finas (0,7mm) na grande maioria dos casos não é necessário realizar nenhum ou quase nenhum desgaste na superfície dental.

lentes-contato

 
 

FACETAS DE PORCELANA

Facetas de porcelana são lâminas de porcelana (porém mais grossas que as lentes) cimentadas sobre a superfície dos dentes, possibilitando assim, a alteração da forma, cor, textura e do alinhamento dos dentes. Para a confecção e cimentação das facetas de porcelana é necessário desgastar pelo menos 0,5mm da superfície dental.

 
 

COROAS DE PORCELANA

Coroas de porcelana são peças confeccionadas para substituir o dente perdido. Essas podem ser cimentadas sobre a raiz de um dente ou sobre um implante. A porcelana é um excelente material para uso odontológico, pois, além da sua lisura, brilho e cor permitirem a confecção de dentes perfeitos, não sofre desgaste e nem alteração de cor, tendo uma durabilidade de cerca de 10 anos.

 
 

PRÓTESES

Próteses são peças confeccionadas para a reposição de um ou mais dentes perdidos, devolvendo a estética, a correta fonética e a função mastigatória. Quando todos os dentes de uma arcada foram perdidos e o tratamento com implantes não é uma opção viável para o paciente, está indicada a confecção de uma prótese total (dentadura).

 
 

ENDODONTIA

Endodontia é a especialidade da odontologia que realiza o tratamento do canal radicular (tratamento de canal). O tratamento do canal radicular consiste na remoção da polpa dental que é a porção viva do dente constituída por nervos e vasos sanguíneos. Cáries profundas, fraturas dentárias e retrações gengivais podem provocar a inflamação da polpa, sendo necessário o tratamento do canal radicular.

 
 

PERIODONTIA

Periodontia é a especialidade da odontologia que tem como objetivo a obtenção e preservação da saúde da gengiva. Para isso, orientações de higiene oral, profilaxia, raspagem, alisamento e polimento radicular são realizados.

 
 

ODONTOPEDIATRIA

É a especialidade da odontologia que oferece todo o tratamento odontológico necessário para a criança desde o seu nascimento. A orientação dos pais em relação a higienização e dieta do bebe/criança; profilaxia; aplicação de flúor; restaurações e acompanhamento da erupção dos dentes permanentes, são alguns dos procedimentos realizados.

 
 

ORTODONTIA

Ortodontia é a especialidade da odontologia que corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares, por meio da utilização de aparelhos. O objetivo da ortodontia não é somente a melhora da estética, mas também, a melhora da saúde e função. Os dentes quando se encaixam corretamente facilitam a higienização e também propiciam uma menor contração muscular durante a mastigação, podendo diminuir possíveis dores na região da cabeça, das articulações temporomandibulares (ATM), pescoço, ombro e até mesmo, costas.

 
 

APLICAÇÃO DE BOTOX

A Toxina Botulínica (Botox) pode ser usada na odontologia para melhorar os casos de sorriso gengival e também no tratamento sintomático do bruxismo/apertamento. Essa Toxina age paralisando, temporariamente, alguns feixes de fibras musculares impedindo/diminuindo sua contração.
Tratamento das Disfunções Temporomandibulares- A Desordem Temporomandibular pode ter várias causas presentes ao mesmo tempo. A causa mais freqüente é um desajuste da oclusão dentária, que é o encaixe dos dentes da arcada superior com os da arcada inferior. Se a oclusão não estiver se encaixando de forma adequada, o paciente poderá apresentar sinais e sintomas de DTM a curto ou longo prazo, dependendo da capacidade de tolerância fisiológica do seu organismo. Perdas dentais, movimentações dentárias, bruxismo, apertamento, restaurações desgastadas ou “altas”, próteses antigas “altas” ou que não tocam nos dentes da posição oposta (antagonistas) provocam o desajuste da oclusão dentária e conseqüentemente o aparecimento da DTM.

 
 

TRATAMENTO DO RONCO E DA APNÉIA

Ronco é o resultado da vibração das estruturas moles da garganta provocado pela obstrução parcial das vias áereas. A apnéia é caracterizada por uma parada da respiração durante o sono, provocada pela diminuição ou fechamento das vias aéreas superiores, obstruindo assim, a passagem do ar. Em alguns casos, os aparelhos bucais estão bem indicados. Esses aparelhos, modificam o posicionamento da mandíbula, ampliando o espaço das via aéreas superiores, possibilitando assim, a passagem do ar com maior facilidade.

error: Conteúdo Protegido!